Um tempo


relogioGIRL

Viajo num tempo, o meu tempo!
um tempo não é tão atemporal assim
tic-tac, tic-tac para ou não para?
não para, nem parará
fujo ao normal uso relógio automático
não para enquanto eu não parar

tempos há que a vida me trás
em que precisava de mais tempo
do que aquele que existe num só dia
que chega para os comuns mortais
mas que não chega para os marginais
tempo que o relógio podia esquecer de marcar

nesse tempo fazia o que me apetecia
livre, sem preocupações, sem conotações
atmosfera condicionada e controlada por mim
as quatro estações a meu bel-prazer
a escrita, a música, a pintura me despindo
aí depois, o relógio podia então continuar a sua função!

SC
Foto net

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s